sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Precisando rever seus conceitos?


Até ontem estava dividindo a casa com um recém chegado na cidade. Ótimo, pois estava repartindo as contas com alguém e ficando menos solitário . Fui conhecendo a figura e até gostando de sua companhia. Só que desde o começo algo ficou no ar: Ele é gay?

Falava sempre de namoradas e mostrava fotos delas no orkut, mas sabia tudo sobre o universo gls e seus amigos eram na maioria gays. Comentava sobre roupas, perfumes , música eletrônica e pasmem: conhecia todas as gírias de travecas. Fiquei na minha até porque estou numa fase de deprê sexual e o tipo físico não me atrai muito. Ele é bonito, malhadão, fortinho, peito raspado , mas prefiro os mais magrelinhos e desengonçados. Ele seria uma lasanha bolonhesa e prefiro mais um grelhado com salada. rs

Ok,hoje cedo ele foi embora e me deu um abraço muito carinhoso. Sim, o tio aqui faz tempo que não é abraçado assim, então não achei ruim mas a dúvida continua: Ele é gay?

O que posso concluir é que as coisas mudaram muito pra melhor. Hoje a gente vive com mais liberdade e sexualidade é algo mais amplocom menos estereótipos. O gay desta geração está muito mais incluso e não vive em guetos . Acho tudo isto fantástico. Viver como um fantasma é muito ruim.

Só tem um inconveniente para todos. Para saber se alguém é gay acho que muitas vezes teremos de perguntar diretamente .
Vou estudar, bebi demais ontem, preciso de um café urgente.

Tenham um ótimo findi. O meu vai ser solitário.

2 comentários:

mariposos disse...

Você que este ano mesmo entrei em uma fria que tem muito haver com seu post, tenho uma amiga sapa que queria conhecer ou amiga minha que "achava" que era sapa .... o teto quase desabou .... quando tentei apresentar as duas ... juro que se a pessoa não "Sou Gay" ... não tomo iniciativa alguma . abraços

Gustavo disse...

Eu sou o rei destes impasses.
Só dar uma vasculhada no meu blog que você vai encontrar algumas histórias que acontecem e aconteceram comigo.

Com certeza hoje em dia é preciso na verdade perguntar para poder saber, se não?... no way!